Descubra como aliviar cólica de bebê e acabar com esse desconforto

4 minutos para ler

Uma das maiores dúvidas das mamães de primeira viagem tem relação com a forma de aliviar cólica de bebê. Afinal, essa situação traz um desconforto enorme para o pequeno e é motivo de muito choro e de noites em claro. A boa notícia é que existem métodos eficazes para diminuir o incômodo de maneira natural.

Quer entender como isso é possível? Então, continue a leitura, pois, neste post, traremos algumas dicas do que fazer e do que não fazer para aliviar as cólicas do bebê. Vamos lá?

Por que acontecem as cólicas?

As cólicas podem ser reconhecidas pelo choro inconsolável, pela irritabilidade e pela agitação do bebê durante os primeiros meses de vida. Geralmente, elas aparecem à noite, mas também podem acontecer de dia. Acredita-se que elas acontecem porque o sistema gastrointestinal do recém-nascido ainda não está amadurecido.

As cólicas iniciam entre a primeira e a segunda semana na maioria dos bebês, podendo durar até os três meses. Apesar de muito comuns, algumas crianças podem nunca apresentar esse desconforto ou mesmo estender até os quatro ou cinco meses de vida.

Como aliviar a cólica do bebê?

As cólicas do bebê apavoram os pais, especialmente os que não estão acostumados a lidar com elas. Nessas horas, é importante saber o que pode ajudar a aliviá-las para não recorrer a técnicas não recomendadas. A seguir, confira como proceder.

Banho quentinho

Um banho quentinho é capaz de fazer com que o bebê se acalme e relaxe a musculatura, o que ajuda no alívio das cólicas. Além disso, auxilia, até mesmo, a fazer com que o pequeno durma.

Compressa

As compressas morninhas têm o mesmo princípio do banho quente: o relaxamento da musculatura. As bolsas de água quente podem queimar a pele delicada do bebê, por isso, o melhor é optar por produtos específicos, como a compressa de sementes da Lua Dorme em Pé.

A sua capinha é feita com um tecido hipoalergênico e, em seu interior, existem sementes naturais que liberam um óleo que deixa o calor levemente úmido, o que traz muito conforto ao bebê. Fácil de utilizar, com apenas 30 segundo no microondas, ela já pode ser colocada na capinha e ir direto na barriguinha do bebê. Além de ser um charme o formato de coelhinho e o bordado à mão.

Massagem e “bicicletinha”

A massagem ao redor do umbigo em sentido horário, em movimentos suaves e com leve pressão, ajuda a aliviar os desconfortos. O exercício “bicicletinha” é ótimo para que os bebês liberem os gases que podem levar às cólicas. Com o pequeno deitado de costas, segure as duas perninhas delicadamente e faça movimentos, simulando pedaladas.

Muitas mamães também utilizam a shantala, uma técnica de massagem em bebês que ajuda muito nesse processo.

Pele a pele

O contato pele a pele também é muito eficaz para aliviar as cólicas do bebê. Além do calor que ele proporciona, o aconchego acalma e relaxa o pequeno. Para isso, deixe o recém-nascido barriga com barriga junto a você.

O que não fazer em caso de cólica?

Quando o bebê não para de chorar por conta das cólicas, o desespero dos pais é grande. Nesse momento, a vontade é de apelar para tudo o que falam que ajuda no alívio. Entretanto, isso não é o ideal. Veja algumas técnicas que não devem ser usadas:

  • dar chás;
  • medicar sem prescrição médica;
  • dar chupeta ou amamentar no momento da cólica, pois pode aumentar as contrações.

Para aliviar cólica de bebê, além das dicas que demos neste post, é preciso dar muito carinho e aconchego. Por mais desesperador que possa ser para os pais, tenha em mente que é uma fase e que ela vai passar. Caso os sintomas persistam, busque sempre orientação médica para avaliar o quadro.

Quer mais algumas dicas para mães de primeira viagem? Então, aproveite que está por aqui e leia o nosso artigo!

Posts relacionados

Deixe um comentário