2º trimestre de gravidez: o que você deve saber nessa fase da gestação

4 minutos para ler

Para muitas gestantes, o 2º trimestre de gravidez é o mais agradável. O período de maior risco ficou para trás, assim como os enjoos, na maioria dos casos. Por outro lado, a barriga ainda não está tão grande e pesada, e dá para ter uma vida muito ativa.

Abrange o período que vai da 14ª até a 27ª semana de gravidez e tem suas características particulares. O feto, que começa essa fase do tamanho de uma nectarina, continua a se desenvolver e chega ao fim do 2º trimestre do tamanho de uma couve-flor. Para a mamãe, também é um momento de muitas transformações e descobertas.

Neste artigo, vamos ver quais os cuidados que o período exige, o que as futuras mamães sentem nessa fase e quais são as recomendações a seguir. Acompanhe!

Por que seguir o acompanhamento médico pré-natal?

O acompanhamento pré-natal é essencial para certificar que tudo está ocorrendo conforme o esperado e, principalmente, para que o médico tenha condições de intervir caso haja qualquer problema. A recomendação do Ministério da Saúde é que haja pelo menos seis consultas até o parto, mas muitos médicos preferem uma frequência maior.

Em geral, a gestante faz uma consulta mensal até o 7º mês de gravidez. No 8º mês, as consultas costumam ser quinzenais, enquanto no 9º e no último mês, a frequência passa a ser semanal.

Entre a 20ª e a 22ª semana de gravidez, é feito também o ultrassom morfológico do 2º trimestre. Além de medir o feto e estimar seu peso, o exame analisa os órgãos do bebê que, a essa altura, já estão formados. Na maioria dos casos, a partir da 16ª também é possível visualizar o sexo da criança, seja para validar a sexagem fetal ou mesmo para descobrir o sexo e fazer um chá revelação.

Quais cuidados tomar nesse período de gravidez?

A recomendação para manter uma dieta saudável e equilibrada segue por toda a gravidez — e depois dela também. A prática de exercícios físicos também é essencial.

Uma caminhada diária de 30 minutos melhora a circulação sanguínea e reduz alguns incômodos que podem surgir nessa fase, como a prisão de ventre e a sensação de cansaço, além de ajudar a melhorar a qualidade do sono. Converse sempre com seu médico para saber se você está liberada para fazer atividades físicas e quais são as mais indicadas.

O uso de um bom hidratante corporal após o banho também é importante para evitar o surgimento de estrias, já que o crescimento muito rápido da barriga, das mamas e dos quadris pode fazer com que as fibras elásticas e colágenas, que são responsáveis pela firmeza da pele, se rompam.

O que a mamãe sente nessa fase?

Tomados os devidos cuidados, é hora de aproveitar e curtir, porque essa é, de fato, uma das fases mais gostosas da gravidez. A partir da 13ª semana já é possível notar uma protuberância do ventre e daí em diante a barriga começa a ficar mais visível. O momento mais esperado também acontece nesse período: por volta da 18ª semana os movimentos do bebê já começam a ser sentidos.

É lógico que nem tudo são flores. É possível que a futura mamãe também sinta uma diminuição da frequência urinária e que as idas ao banheiro aumentem, mas isso é normal e esperado. Alguns desconfortos também podem surgir devido ao aumento de peso, como dores nas costas e nos pés.

Por fim, vale destacar que esse é também o período ideal para montar o quartinho do bebê e para fazer as compras, já que o período de maior risco já passou e o peso da barriga ainda não é tão grande.

Agora você já sabe o que esperar do 2º trimestre de gravidez e pode curtir essa fase com mais tranquilidade, além de tomar todos os cuidados para ter uma gravidez tranquila e saudável.

Que tal aproveitar para continuar sua leitura e saber também como escolher o enxoval do bebê?

Posts relacionados

Deixe um comentário